Sou mesmo, quem eu acho que sou?

Vivemos em um mundo cheio de mentiras. Acostumamo-nos a ouvir, contar e acreditar em mentiras desde pequena.

Compramos bolsas com nomes de marca, mas que vieram de outro lugar, pra dizer que somos chiques, quando, na verdade, não temos condições de pagar por uma verdadeira.

Dizemos que amamos nas redes sociais e distribuímos beijinhos, no entanto, não suportamos tais pessoas. Adquirimos amigos para, através deles, conseguir outras pessoas. Enfim, vivemos no engano- que é um sinônimo de mentira.

Ao londo do tempo, passamos a viver de fantasias e já não sabemos se vivemos a verdade ou não. Costumamos dizer: Eu sigo o meu coração! E aí? Será que o nosso coração não se influencia com o contexto de nossa vida?

Vejamos o que a Bíblia diz sobre o coração:

“O coração humano é terrivelmente sombrio e enganoso, um enigma que ninguém consegue decifrar. Mas, eu, o Eterno, investigo o coração e examino a mente. Eu examino o coração humano, vou à raiz de tudo. Eu trato o homem como ele é na realidade, não pela aparência” Jeremias 17.9-10. A Mensagem.

A gente pode até viver uma vida fantasiosa, enganar e mentir para muitas pessoas e, pior mentir para nós mesmas, mas, não conseguimos enganar a Deus- Ele conhece o que somos na realidade.

Algumas perguntas que nos fazem pensar se, exatamente, conhecemos a nós mesmas:

  1. Quem sou eu? Conseguimos responder esta pergunta, sem colocar o que fazemos como resposta?
  2. Eu sei do que preciso? Ou vivo às voltas do que acho que preciso e quando consigo me dou conta de que perdi tempo correndo atrás?
  3. Quando faço uma coisa que meu coração quer muito e, após chegar em casa, qual é a sensação que tenho: de satisfação como ser humano ou de vazio e solidão?
  4. Como posso definir minha trajetória como mulher: de crescimento e sabedoria ou de perdas e decadência?
  5. O que nos faz feliz? Das últimas vezes que me senti feliz, foi devido a uma felicidae de dentro pra fora, ou precisei de algo externo e passageiro (sexo sem compromisso, álcool, drogas, ver alguém de quem não gosto se dar mal, e etc)?
  6. Como será que Deus está vendo o meu coração?

Essas perguntas precisam ser feitas diariamente, pois, com o passar do tempo somos atingidas pelas circunstâncias e vamos nos perdendo em tantos problemas, que em sua maioria, somos nós quem os criamos.

A partir de então, a receita para encontrar o nosso “eu perdido e viver a verdade” é:

1.Entender que Deus me ama!

Muitas pessoas podem não gostar de nós, e nós mesmas podemos estar vivenciando um momento péssimo de autoaceitação. Mas, Deus nos ama. João 3.16 diz:

“Deus amou tanto o mundo que deu o seu Filho, seu único filho, pela seguinte razão: para que ninguém precise ser condenado; para que todos, crendo nele, possam ter vida plena e eterna”

Ele não poupou o seu único filho para morrer por causa do teu pecado para que você não precisasse viver escravizada pelo engano e pecado

2. Aceitar esse amor!

Uma coisa é saber que Deus me ama, outra é viver de acordo com isso. Muitas pessoas podem ter mentido para você e ter dito: Eu te amo e depois te magoado, mas Deus não mente.

“Pode a mãe esquecer o bebê que mada, abandonar o filho que deu à luz? Pois, mesmo que as mães esqueçam, eu nunca esquecerei você. Nunca! Veja, escrevi seu nome na palma da minha mão. Isaías 49.15

3. Pedir a Deus para mudar o nosso coração:

“Darei a vocês um coração novo, porei um novo espírito em vocês. Removerei o coração de pedra que têm e o trocarei por um coração que vive segundo a vontade de Deus, não segundo a própria vontade. Porei meu espírito em vocês e farei que vocês procedam da maneira que desejo e vivam segundo meus mandamentos. […] Vocês serão o meu povo! Eu serei seu Deus! Ezequiel 36.26-28

Que possamos nos encontrar em Deus. Ter um coração penetrável onde a Palavra de Deus possa entrar e produzir bons frutos e que possamos ser mulheres que vivam de acordo com a vontade de Deus.

Leia também

Ser mulher " Noutra lavoura poderiam molestá-la". Rute. 3.22b Rute, viúva, escolheu acompanhar sua sogra, também viúva e pobre. Escolheu também o Deus e o povo de Noemi, sua sogra. Rute...
Sou gente, sou pessoa, sou humana: ... Não quero flores nem aplausos, quero respeito; Não quero um minuto de fama, quero ser ouvida sempre que desejar falar; Não quero lhe tirar o fôlego pelas minhas curvas, ...
Morte de Jesus do ponto de vista da... Andar com Jesus foi inexplicável. Conhecer as pessoas que ele curou, os cegos que estavam pelo caminho e que puderam sair da mendicância através de uma visão restaurada, ver L...

Nos encoraje deixando um comentário!